25

jun

Repórter: Wânia Dias   |   Postado por: Wânia Dias às 14:35 hrs

Serrinha: Debate destaca expansão da Covid-19 na Região do Sisal

Por Juliana Melo

Explicações para a expansão diferenciada da Covid-19 na Bahia. Esse foi o tema abordado durante debate realizado pelo Governo do Estado em parceria com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia – SEI.

A iniciativa integra um projeto Rodadas de Discussão, que visa, a partir de dados científicos e debates com convidados especialistas, discutir possíveis explicações para a expansão do novo coronavírus em regiões do estado da Bahia.

No dia 4 de junho foram convidados: professor Jean Santos, diretor do Departamento de Educação (DEDC) do Campus XI da UNEB, em Serrinha, a professora Maria Goreth Silva Nery (UNEB), professor Davi Tanajura da Costa (UESB). O debate foi mediado professora Mônica de Moura Pires (UESC).

Durante o debate, que aconteceu por mediação tecnológica, os especialistas abordaram características das regiões, estratégias de prevenção sob o olhar epidemiológico e da Geografia dos locais envolvidos nesse momento de expansão da Covid-19. A Bahia vem registrando a cada dia números de contágio e de óbitos que surpreendem a população Nesse contexto, o professor Jean Santos, apresentou explanações de relevância e alerta para a Região Sisaleira.

Durante a sua abordagem na mesa virtual, o professor Jean Santos apresentou algumas hipóteses que contribuem para o avanço diferenciado da Covid-19 no interior, em especial no Território do Sisal tomando como recorte a análise de três municípios específicos: Valente, Teofilândia e Serrinha, localidades com maiores índices de contaminação. Discutiu a ideia de afastamento social e como isso se materializa na realidade dos municípios do interior do estado, além de correlacionar esse processo com fatores econômicos, culturais e educacionais.

O docente destacou ainda o papel da universidade frente a interiorização da Covid-19 e a importância de suas ações de pesquisa e extensão sobre a temática, além do papel colaborativo da universidade na condução de ações solidárias no Território, fato que vem ocorrendo através da participação do Campus XI na comissão organizadora do Comitê Popular Solidário de combate a Covid-19, em Serrinha.

O professor Jean explica que o Comitê Popular Solidário de Serrinha faz parte de uma rede de solidariedade em que cada município do Território tem estabelecido a partir das organizações sociais como sindicatos, coletivos organizados e associações de base, e  através da participação de algumas secretarias dos governos municipais e do estado.

“O Campus XI da UNEB soma forças na comissão organizadora no sentido de estabelecer, no campo educacional, ações formativas, culturais e de comunicação através das redes sociais, rádios comerciais e comunitárias sobre temáticas de prevenção e das questões sociais advindas e/ou aprofundadas pela pandemia, e no trabalho de mapeamento do avanço do novo coronavírus no Território do Sisal, por meio de uma base cartográfica geohistórica de sua evolução quinzenal”, destacou Jean Santos.