18

jan

Repórter: Rafaela Landim   |   Postado por: Wânia Dias às 11:33 hrs

Primeiro curso de Relações Públicas da Bahia comemora 30 anos

A mesa de abertura do evento (da esq. à dir) contou com a presença de Cláudia Aragão, Tânia Hetkowisk e Flávio Dias

O curso de Relações Públicas (RP) completa este ano três décadas de atividades. Foi o primeiro curso da área na Bahia e, até hoje, é o único ofertado por uma instituição pública no estado.

Em alusão a data, a UNEB realizou uma solenidade comemorativa com a presença de professores, funcionários, estudantes e egressos no dia 19 de outubro, no Teatro UNEB, no Campus I da universidade, em Salvador.

“É com grande alegria que o nosso curso completa 30 anos. Esse evento nos faz relembrar toda a nossa trajetória. Uma história de sucesso, balizada na qualidade do ensino, na dedicação dos professores, técnicos e estudantes”, frisou a professora Cláudia Aragão, coordenadora do colegiado do curso, responsável pela organização do evento.

A mesa solene contou com a presença da pró-reitora de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação (PPG), Tânia Hetkowisk, que representou o reitor da UNEB, professor José Bites, e do diretor do Departamento de Ciências Humanas (DCH) do Campus I, Flávio Dias.

Merecida homenagem

Ivone França coordenou o grupo de trabalho que criou o projeto do curso de Relações Públicas

Durante a solenidade foram homenageados professores e funcionários que tiveram importante papel na consolidação do curso na universidade. Uma das homenageadas foi a professora Ivone França, coordenadora do grupo de trabalho que desenvolveu o projeto do curso.

“A graduação em Relações Públicas nasceu junto com a UNEB, foi projetada no mesmo período em que a universidade estava sendo implantada. Surgiu da necessidade de contemplar a área de Humanas na grade de cursos da instituição”, contou a docente.

A escolha pela habilitação em Relações Públicas foi resultado de reuniões, pesquisa de mercado, além da assessoria de profissionais da comunicação.

“Na década de 1980, o estado estava em pleno desenvolvimento econômico pós-ditadura, estreitando relações com a indústria, com empresas. Entendemos que seria um bom momento para a implantação de um curso de RP porque um profissional com formação nessa área seria importante na mediação desse processo e que o próprio estado os absorveria”, relatou Ivone.

Hoje, 30 anos depois, o curso já formou mais de mil profissionais. Um deles é Ricardo Caribé, egresso turma de 1988.

“A minha vivência na UNEB foi decisiva em tudo que aconteceu na minha vida, não só na formação técnica, mas também humanística. Meu vínculo com a universidade é de eterna gratidão”, diz emocionado.

Convênios e investimentos

x
Agência Experimental e-RP, firmou um convênio com o Conselho Regional de RP – 7º Região para gestão de mídias da autarquia

Durante o evento, a Agência Experimental do curso, a e-RP, firmou um convênio com o Conselho Regional de RP – 7º Região para gestão de mídias da autarquia.

O acordo foi assinado pelo professor do curso Leonardo Cunha, coordenador da agência, e pela presidente do conselho Elizabeth Carvalho Dantas.

Luiza Diana: “Pude conhecer a história do meu curso”

“A idealização do convênio teve como ponto de partida a necessidade de oportunizar ao estudante uma experiência prática em organizações, ampliando e qualificando seu percurso formativo a partir do contato direto com o mercado de trabalho”, destacou Leonardo Cunha.

A estudante do curso Luiza Diana Alves, quinto semestre, comemorou a novidade: “Muito bom saber que nossos gestores e professores estão trabalhando para oferecer uma graduação de qualidade”, frisou a estudante, que participou do evento alusivo aos 30 anos da graduação.

“Pude conhecer a história do meu curso e toda a dedicação e trabalho das pessoas que o idealizaram e ajudaram a construir a sua trajetória de sucesso”, finalizou a discente.

Fotos: Cindi Rios/Ascom

Deixe uma resposta

Captcha base64