Grupos de Pesquisa

PÓS-CRÍTICA

No conjunto das atividades realizadas pelo PPGHIS, os grupos de pesquisa liderados ou compostos por nossos docentes e discentes desempenham função relevante no que concerne à elaboração, operacionalização e socialização dos resultados alcançados pelas investigações históricas realizadas sob a chancela do Programa. Assim, os principais grupos presentes no Mestrado em História Regional e Local são os seguintes:

Grupos de pesquisa

Washington Luis Lima Drummond e José Carlos Felix

Reúne pesquisadores com formação e atividade científica de diversas áreas disciplinares para o estudo da História contemporânea, sobretudo entre os anos 1960 a 1980, com os seguintes objetivos: a) constituição do sujeito contemporâneo, análise do discurso teórico do período (marxismo, estruturalismo e pós-estruturalismo) e a relação entre comportamento, cultura e política; b) avaliar o lugar do marxismo contemporâneo e do pós-estruturalismo como análise da cultura (literatura, cinema)... Ler mais

Linha de Pesquisa 1: Literatura, Produção Cultural e Modos de Vida. Estudo de representações literárias e dos modos de produção das minorias e comunidades periféricas, bem como dos modelos historiográficos, teóricos e críticos que fundamentam sua interpretação, problematizando formas, suportes, métodos, formações discursivas e embates epistemológicos.
Suely Aldir Messeder e Alfredo Eurico Rodrigues Matta

Em 2014, o grupo consolida-se como Núcleo Emergente, através do edital FAPESB/CNPq 009/2014 Programa de Apoio a Núcleos Emergentes PRONEM. A multi/trans/ interdisciplinaridade é seguramente o desafio mais instigante e complexo no campo cientifico, sobretudo, quando não a dissociamos das relações políticas e dos poderes coexistentes nas relações com os saberes disciplinares... Ler mais

Linha de Pesquisa 2: Letramento, Identidades e Formação de Educadores. Estudo de linguagens, processos de letramento e formação de professores, a partir da perspectiva étnico-racial, de gênero, sexualidades, classe, considerando os sentidos de políticas públicas, deslocamentos e repercussões nas práticas educativas e na sociedade.
Osmar Moreira dos Santos e Jailma dos Santos Pedreira Moreira

Formado em 2002, o Grupo de Pesquisa Língua(gem) e Crítica Cultural, sempre contribuindo com a animação científica no Campus II da UNEB, em Alagoinhas, ao filiar mais de 30 pesquisadores Doutores, formar mais de 100 pesquisadores discentes em IC, e com a criação de programas lato e stricto sensu... Ler mais

Linha de Pesquisa 1: Literatura, Produção Cultural e Modos de Vida. Estudo de representações literárias e dos modos de produção das minorias e comunidades periféricas, bem como dos modelos historiográficos, teóricos e críticos que fundamentam sua interpretação, problematizando formas, suportes, métodos, formações discursivas e embates epistemológicos.
Maria de Fátima Berenice da Cruz

O grupo visa contribuir na formação continuada de professores que atuam nas escolas públicas e/ou privadas através de espaços de discussões acerca do conceito de resiliência no campo profissional, descrevendo as forças psicológicas e biológicas exigidas para atravessar com sucesso as mudanças na vida... Ler mais

Linha de Pesquisa 2: Letramento, Identidades e Formação de Educadores. Estudo de linguagens, processos de letramento e formação de professores, a partir da perspectiva étnico-racial, de gênero, sexualidades, classe, considerando os sentidos de políticas públicas, deslocamentos e repercussões nas práticas educativas e na sociedade.
Arivaldo de Lima Alves

O NUTOPIA surgiu da necessidade de criar um vínculo permanente entre projetos de pesquisa e extensão voltados para a temática das tradições orais e patrimônio imaterial, desenvolvidos por pesquisadores e estudantes - particularmente no âmbito da UNEB, mas também de pesquisadores e estudantes de outras instituições... Ler mais

Linha de Pesquisa 1: Literatura, Produção Cultural e Modos de Vida. Estudo de representações literárias e dos modos de produção das minorias e comunidades periféricas, bem como dos modelos historiográficos, teóricos e críticos que fundamentam sua interpretação, problematizando formas, suportes, métodos, formações discursivas e embates epistemológicos.