13

jan

Repórter: Danilo Oliveira/Ascom   |   Postado por: Danilo Oliveira às 18:40 hrs

Primeiro encontro da gestão consolida alinhamento para ações das políticas institucionais da UNEB

Pró-Reitores, secretários especiais e assessores da universidade participaram do encontro. Fotos: Danilo Oliveira/Ascom

A nova Equipe Central de Gestão da UNEB concluiu, na tarde de ontem (12), o primeiro encontro de planejamento de 2022. Pró-Reitores, secretários especiais e assessores da universidade reuniram-se, sob a coordenação da reitora e da vice-reitora da instituição, Adriana Marmori e Dayse Lago.

Setores apresentaram seus projetos e já discutiram possibilidades de cooperação

Durante o encontro, foram apresentadas os projetos da Pró-Reitoria de Ações Afirmativas (Proaf), das Unidades de Desenvolvimento Organizacional (UDO) e Acadêmica de Educação a Distância (Unead), da Editora da UNEB (EdUNEB) e da Assessoria de Comunicação (Ascom).

Também expuseram o seu planejamento, as Secretarias Especiais de Licitação, Contratos e Convênios (Selcc), de Contabilidade e Finanças (Seconf), de Relações Internacionais (Serint), de Articulação Interinstitucional (Seai) e de Avaliação Institucional (Seavi).

Diagnóstico e parcerias

De acordo com o pró-reitor Marcelo Pinto (Proaf), a integração promovida pelo encontro já deixou uma importante sinalização para o que se pretende para as políticas institucionais da UNEB.

Tânia Benevides: “Já pudemos notar possibilidades de apoio a diferentes projetos”

“Trabalhamos para a institucionalização das Ações Afirmativas, de forma que elas perpassem por todos os setores e todas as atividades. Não queremos promover a ideia de uma Pró-Reitoria que controle algum tema e que desenvolve as suas ações. Estarmos juntos nos auxilia para que as nossas atividades sejam pensadas, também, a partir de um olhar para a inclusão e para a acessibilidade”, destacou o gestor.

Coordenadora geral da Unead, Tânia Benevides ressaltou que iniciar a gestão tendo acesso ao planejamento dos diversos setores facilitou a identificação de iniciativas que podem também ser apoiadas pela unidade.

“O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação vem para potencializar a transformação para esta nova era. Não estamos falando apenas de modalidade de oferta, mas do uso delas no contexto da educação. Já pudemos notar possibilidades de apoio a diferentes projetos, para o fortalecimento desta universidade, que é popular, inclusiva e multicampi”, salientou a docente.

Engajamento e conexão

Reitora da universidade, a professora Adriana Marmori parabenizou e agradeceu à Equipe Central de Gestão Universitária pela participação engajada no encontro, e convocou o coletivo, parafraseando Angela Davis, para um trabalho competente, colaborativo e conectado.

Equipe se reencontrará no dia 25 de janeiro, para seguir no planejamento das ações de gestão

“Cada lugar em que cada um está é uma luta, um propósito, mas não podemos pensar que é mais importante do que o lugar do outro, porque esses espaços todos se conectam muito bem. Isso ficou forte nas apresentações. Precisamos que essa lógica conduza a nossa gestão e incentivá-la junto às nossas equipes”, frisou a reitora.

O trabalho coletivo foi abordado pela vice-reitora, professora Dayse Lago, como um princípio pedagógico, defendido por Paulo Freire. As capacidades de escuta, leitura da realidade, compreensão, organização e a rigorosidade ética do grupo foram elogiadas pela gestora, que conclamou a equipe para uma gestão propositiva, inclusiva e democrática.

O encontro foi dividido em dois momentos. O primeiro foi realizado na última segunda-feira (10), também na capital. Agora, a gestão segue para as próximas ações, com reunião agendada para o próximo dia 25, que levarão à consolidação do Programa de Gestão 2022-2025 e do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).