19

mai

Repórter: Leandro Pessoa, Núcleo de Jornalismo/Ascom   |   Postado por: Wânia Dias às 11:31 hrs

Estudantes baianas representam América do Sul em competição científica mundial

As estudantes Karen Costa, graduanda em psicologia pela UNEB, e Kaylane Alves, graduanda em engenharia química na Ufba, foram selecionadas para representar a América do Sul na final da competição de estudantes Schneider Go Green.

Elas apresentaram o projeto Piezoeletricidade que propõe a criação de uma passagem para pedestres que utiliza energia captada pela movimentação de pessoas e veículos. A proposta oferece uma forma inovadora de impulsionar e distribuir a energia. O projeto contou com a mentoria do professor João Carlos de Souza Marques.

Karen conta como surgiu a ideia do projeto: “Apesar de estudarmos em Salvador, moramos em Candeias. Em uma das nossas voltas para casa, começamos a pensar em formas sustentáveis e inteligentes de gerar energia. Foi então que lembrei que já havia estudado sobre piezoeletricidade no ensino médio e, a partir daí, começamos a pensar em formas inovadoras de gerar energia através dela. Observamos que a travessia irregular de pedestres é um grande problema na nossa cidade, então, buscando solucionar também essa questão, chegamos na ideia da faixa de pedestre piezoelétrica”.

O Schneider Go Green é realizado globalmente pela Schneider Electric desde 2011. A competição já atraiu a participação de milhares de estudantes do mundo, totalizando a apresentação de mais de 20 mil projetos. A final global desta edição acontecerá em junho.

“Tanto eu quanto Kalyane sabemos da importância da pesquisa e do investimento na ciência, sobretudo, visando uma sociedade mais eficiente e sustentável, assim esperamos que essa seleção inspire outras pessoas a seguirem os seus sonhos”, afirmou Karen.