03

mar

Repórter: Danilo Cordeiro, Núcleo de Jornalismo/Ascom   |   Postado por: Wânia Dias às 16:11 hrs

UNEB lança Programa de Iniciação Científica Junior; inscrições de 9/03 a 9/04

Promover a experiência científica entre estudantes da Educação Básica da rede pública de ensino do Estado da Bahia.

Esse é o objetivo do Programa de Iniciação Científica lançado pela UNEB, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação (PPG), no último dia 1º de março.

“Essa iniciativa vai permitir que os estudantes vivenciem a pesquisa científica, com a orientação de pesquisadores da UNEB na produção de conhecimento e desenvolvimento tecnológico. Assim, além de estreitar a nossa relação com a educação básica, o programa qualifica e fortalece o percurso formativo dos nossos jovens”, ressaltou o vice-reitor da UNEB, Marcelo Ávila.

Segundo a pró-reitora da PPG, Márcea Sales, os professores que realizam ações na educação básica terão oportunidade de participar do programa e contribuir para a formação dos discentes até alcançarem à universidade.

“Entendemos que o IC Júnior precisa acontecer no campo da escola, nas suas diferentes modalidades e condições, principalmente, na rede pública de ensino. Dessa maneira, se tivermos oportunidade de trabalhar com estudantes que realizam projetos, estaremos qualificando-os para o ingresso na universidade”, salientou a gestora.

Funcionamento do programa e inscrições

O Programa de Iniciação Científica Júnior (IC Júnior) é destinado aos docentes da UNEB com pesquisas conectadas com a Educação Básica. Os selecionados irão desenvolver um projeto de pesquisa com estudantes regularmente matriculados nos ensinos fundamental, médio ou profissional da Rede Pública do Estado da Bahia.

A iniciativa tem como objetivos apoiar o engajamento de estudantes da educação básica em projetos de pesquisa, introduzi-los no uso dos métodos científicos e tecnológicos, aprimorando seu processo formativo, e qualificá-los no exercício de atividades de pesquisa, tecnologia e inovação.

Pretendemos fortalecer parcerias entre pesquisadores da UNEB e professores da educação básica no desenvolvimento de projetos. Nossa expectativa é estimular a pesquisa, o desenvolvimento tecnológico e a inovação no âmbito da educação básica, além de despertar nos estudantes interesse para futuras escolhas de cursos de graduação através da participação em grupos de pesquisa da UNEB”, explicou o gerente de Pesquisa (Gpesq) da PPG da instituição, Eduardo Jorge.

De acordo com o edital de seleção do programa, serão oferecidas 100 bolsas para estudantes regularmente matriculados no ensino fundamental, médio ou profissional da Rede Pública do Estado da Bahia, que estejam vinculados a projeto e subprojeto de pesquisa devidamente constituído por professor da UNEB, qualificado como orientador.

As inscrições para submissão de projeto e subprojeto do orientador devem ser realizadas entre os dias 9 de março e 9 de abril, até às 17h, no site Sistema Online de Iniciação Científica e Tecnológica (Sonic) da UNEB. O participante bolsista receberá bolsa no valor de R$100, com duração de 12 meses.

Os critérios de avaliação para aprovação de projetos consistem na análise de resumo do projeto, justificativa, metodologia, objetivos e resultados. Já para os subprojetos serão analisados justificativa do orientador, metodologia, objetivos, resultados e cronograma de atividades.

_____________________________________________

A pesquisa científica na educação básica

O lançamento do programa IC Junior aconteceu durante a programação do Webinário “A Pesquisa na Educação Básica”.

O evento online contou com as palestras das professoras Ana Lago (UNEB) e Kátia Soane (SMED).

“Tanto atores da escola quanto os da universidade se unem em um laço colaborativo e formativo no próprio processo da pesquisa e da própria atividade da escola, que é o ensinar. A articulação entre ensino e pesquisa na escola beneficia estudantes da educação básica e universitários, os professores universitários e do ensino básico, além da própria escola e a universidade”, destacou Ana Lago.

Professora da rede municipal de ensino de Salvador e integrante do grupo de pesquisa Geoctenologias, Educação e Contemporaneidade (Geotec) da UNEB, Kátia Soane, salientou a importância da pesquisa científica na educação básica.

“A pesquisa aguça o senso, a descoberta e desvelamento do novo, o que repercute na aprendizagem. A educação é um processo constante que permeia relação entre os pares, a história, a cultura, os movimentos políticos, sociais e ambientais. E a pesquisa está envolvida nesse processo, como um elemento importante para essa constituição”, frisou a docente.

O evento, que teve transmissão online, pode ser visualizado no novo canal da PPG UNEB, no YouTube.

Também estiveram presentes no webinário, a pró-reitora de Ensino de Graduação (Prograd) da instituição, Eliene Maria da Silva; e os gerentes de Pesquisa (Gpesq) e Pós-graduação (Gpós) da PPG da universidade, Eduardo Jorge e Eliseu da Cruz, respectivamente.