21

out

Autor: Toni Vasconcelos / Ascom   |   Postado por: Toni Vasconcelos às 14:42 hrs

Consepe aprova diretrizes para plano extraordinário de oferta de ensino de graduação e retomada do internato de Medicina

A reunião do Conselho pleno e da Câmara de Graduação foram transmitidas ao vivo pelo canal da TV UNEB no YouTube.

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da UNEB aprovou as diretrizes gerais para elaboração do plano extraordinário de oferta de componentes curriculares e demais atividades de ensino de graduação no atual cenário de pandemia.

Processo originado na Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Prograd), as diretrizes estabelecem que o plano extraordinário seja “uma proposta pedagógica emergencial para realização de atividades não presenciais em situação de distanciamento social determinado pelas autoridades de saúde pública”.

Aos colegiados de curso caberá a elaboração do plano de oferta, com garantia de escuta e manifestação das representações discentes e aprovação pelos respectivos departamentos.

A reunião extraordinária do Consepe foi iniciada no último dia 13 e finalizada ontem (20), por webconferência, via aplicativo Microsoft Teams. Nesse intervalo, em sessões ocorridas em quatro dias, a proposta das diretrizes foi amplamente discutida e deliberada pela Câmara de Ensino de Graduação e Sequencial do Conselho. A sessão plenária final do órgão superior contou com presença de 125 conselheiros entre coordenadores de colegiado de todos os campi da universidade, gestores da administração universitária e representantes docente e discente.

A decisão do Consepe levou em consideração as resoluções do Conselho Universitário (Consu) de números 1.423/2020, que aprova os documentos referenciais concernentes a ações acadêmicas e a gestão de pessoas e procedimentos administrativos na universidade em função do estado de calamidade pública, e 1.430/2020, que autoriza o retorno das atividades de ensino por mediação tecnológica nos cursos de graduação presencial.

Matrícula facultativa

De acordo com as diretrizes gerais aprovadas pelo Consepe, a matrícula em componentes curriculares previstos no plano de oferta é facultativa e não incidirá no prazo máximo para integralização curricular.

Também foi decidido que, no histórico escolar do estudante, serão registrados somente os componentes curriculares em que ele for aprovado.

Estão previstas atividades de ensino on-line síncronas – aquelas cuja interação entre professores e estudantes acontece ao mesmo tempo e local (via internet), via ambiente virtual de aprendizagem – e assíncronas – as interações entre docentes e discentes acontecem não ao mesmo tempo e local (via internet).

O reitor José Bites, presidente do Consepe, salientou que essas diretrizes não dizem respeito a um semestre letivo regular, mas a uma oferta emergencial de componentes curriculares, assegurando a autonomia dos colegiados e visando atender a demandas legítimas da comunidade acadêmica da UNEB.

“Esse processo de retomada e de oferta de ensino de graduação não presencial vem sendo democraticamente discutido e construído em todas instâncias e unidades da universidade há alguns meses. A Prograd, a Unead (Unidade Acadêmica de Educação a Distância) e demais setores da administração vão estar à disposição da comunidade acadêmica para prestar todo o apoio técnico e logístico, com treinamentos e equipamentos, para viabilizar essa oferta remota”, enfatizou o reitor.

Internato de Medicina

Também da alçada da Câmara de Ensino de Graduação e Sequencial, o Consepe aprovou na mesma reunião a solicitação de calendário especial para retomada do internato do curso de Medicina da UNEB a partir deste mês.

Esse processo foi originado no Departamento de Ciências da Vida (DCV) do Campus I (Salvador), responsável pela oferta do curso. Em seu parecer favorável à retomada, o professor Djalma Fiuza, que foi eleito presidente da câmara nessa sessão, considerou “a excepcionalidade e importância do internato de um curso de Medicina em um momento de pandemia”, além da “importância do papel social da universidade na formação de médicas e médicos para a assistência da nossa população, principalmente no atual cenário”.

Os conselheiros aprovaram ainda os quatro processos da pauta apreciados pela Câmara de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação do Consepe, todos referentes a projetos pedagógicos dos seguintes cursos: mestrado em Letras, do Departamento de Educação (DEDC) do Campus X (Teixeira de Freitas); doutorado em Estudo de Linguagens, do Departamento de Ciências Humanas (DCH) do Campus I; especialização em Produção Vegetal no Cerrado, do DCH do Campus IX (Barreiras); e especialização em Metodologia do Ensino-Aprendizagem de Línguas Estrangeiras, do DEDC do Campus II (Alagoinhas).

Ainda no primeiro dia de reunião, o Conselho pleno chancelou, por unanimidade, 22 resoluções ad referendum respeitantes a aprovação de currículos reformados de vários cursos de graduação da universidade, e uma resolução ad referendum que aprova o calendário acadêmico geral para o semestre letivo 2020.1, específico para os cursos de graduação na modalidade EaD (educação a distância) de oferta própria da UNEB.

Fotos (prints): Toni Vasconcelos/Ascom