05

mai

Repórter: Danilo Cordeiro, Núcleo de Jornalismo/Ascom   |   Postado por: Wânia Dias às 12:19 hrs

Grupo de pesquisa da UNEB promove debate sobre impactos da COVID-19 nas prisões

O Grupo de Pesquisa em Criminologia (GPCRIM) do Curso de Direito da UNEB e da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), realiza debate público sobre o impacto da COVID-19 nas prisões, por meio do Twitter e Instagram.

Intitulada “INFOVÍRUS – prisões e pandemias”, a iniciativa reúne grupos de pesquisa e pesquisadores autônomos de diversas universidades brasileiras, com o objetivo de divulgar informações sobre o novo coronavírus e o sistema carcerário.

Os dados publicizados são de órgãos governamentais, meios de comunicação oficiais e de representantes das defensorias públicas de cada estado, a exemplo do painel ”Medidas de combate ao COVID-19”, do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), órgão vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. O painel é responsável por monitorar números de casos suspeitos, detecções, óbitos e testes realizados da COVID-19 nas unidades prisionais.

O coordenador do GPCRIM, Riccardo Cappi, destacou que a iniciativa é uma maneira da universidade se fazer presente na produção de conhecimento no momento de grave pandemia e de dar atenção ao sistema carcerário.

“O GPCRIM faz parte de uma rede de grupo de pesquisa em criminologia, no âmbito dessa rede foi que surgiu a proposta de trabalho de informação crítica a respeito da situação da COVID-19 no sistema penitenciário. Então nos unimos e distribuímos as tarefas, atentos aos discursos dos órgãos públicos, nas informações da situação dos números de casos da doença nas unidades prisionais, além de confrontar informações recebidas da imprensa e interlocutores de cada estado”, explicou o docente.

Além do GPCRIM, também participam do INFOVÍRUS o Centro de Estudos de Desigualdade e Discriminação (CEDD) da Universidade de Brasília (UnB), o Grupo Asa Branca de Criminologia (UFPE e UNICAP), e o Grupo Poder Controle e Dano Social (UFSC e UFSM).

Direitos Humanos na pandemia – Nesta terça-feira (5), a partir das 17h, a Seção Sindical dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia  (Aduneb) vai promover o debate “O desafio dos Direitos Humanos na pandemia do coronavírus”, com transmissão ao vivo no Facebook e no Instagram.

Participam da iniciativa a coordenadora do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos (CAODH) do Ministério Público da Bahia (MP-BA), Márcia Teixeira; e os professores da UNEB, Núbia Ramos e Riccardo Cappi.