14

abr

Repórter: Danilo Cordeiro/Ascom   |   Postado por: Danilo Oliveira às 21:00 hrs

COVID-19: Estudantes do internato de Medicina da UNEB monitoram pacientes atendidos em unidades de Saúde

Os estudantes, orientados pelos docentes, entram em contato com os cidadãos atendidos nas Unidades de Saúde da Família

Estudantes do 6º ano (internato) do curso de Medicina da UNEB realizam o monitoramento, com mediação tecnológica, de cidadãos, com sintomas da COVID-19, atendidos em Unidades de Saúde da Família (USF) de Salvador.

A iniciativa é promovida pelo projeto UNEB contra o Corona, em parceria com as unidades que atendem às comunidades de Canabrava e Vale do Cambonas, no distrito sanitário de Pau da Lima.

Bruna Moraes: “Oportunidade de ajudar as pessoas, ter contato com realidades diferentes”

Para a realização do monitoramento, as equipes das USF produzem planilhas com os dados dos pacientes e compartilham com a equipe médica e os estudantes.

Os discentes, de posse das informações e orientados pelos professores do curso de Medicina, entram em contato com os atendidos a cada 48h, por telefone ou WhatsApp.

Durante os contatos, é feita a apuração do estado de saúde, a avaliação da necessidade de atendimento presencial e a divulgação de medidas para prevenção e distanciamento dos familiares.

“Está sendo uma grande experiência participar desta ação. Destaco o lado social que a iniciativa tem, de nos oferecer a oportunidade de ajudar as pessoas, ter contato com realidades diferentes e conhecer as diferentes maneiras de enfrentamento à doença”, ressalta a estudante Bruna Moraes.

No 11º semestre do curso de Medicina, ela salienta ainda que é recompensador poder orientar as pessoas para as boas práticas e notar o engajamento dos atendidos para a garantia da saúde individual e coletiva.

UNEB contra o Corona

Professores do Departamento de Ciências da Vida (DCV) do Campus I da UNEB, em Salvador, se uniram para o enfrentamento da pandemia da COVID-19. Desse esforço conjunto, surgiu o projeto “UNEB contra o Corona”.

Victor Rocha: formação discente e manutenção de relação solidária com o atendimento público

A iniciativa conta com coordenação colegiada e organização das ações em cinco eixos. As atividades de monitoramento da população, realizadas pelos estudantes do internato, estão no eixo “Gestão da Clínica”, coordenado pelo professor Victor Rocha.

“Ao passo em que estamos protegendo o estudante, mantemos também uma relação solidária com o atendimento público de Saúde. Estamos ainda incentivando o aprendizado dos discentes, que são supervisionados e participam das decisões nas atividades, aprendendo a como atuar na área clínica”, explicou o docente, que coordena a ação junto à pesquisadora Talita Rocha.

O monitoramento aos pacientes conta com participação de nove estudantes, do 11º e 12º semestres, do curso de Medicina da UNEB. As atividades serão computadas como horas de aula téorica.

Fotos: Arquivos pessoais