08

ago

Repórter: Danilo Oliveira/Ascom   |   Postado por: Danilo Oliveira às 17:33 hrs

Professores e licenciandos da UNEB, na capital e no interior, celebram 10 anos do Pibid/UNEB

Gestores, professores e estudantes participaram da comemoração, que contou com transmissão por videoconferência

Certa do desejo pela carreira docente, a estudante Camilla Patrícia Souza pôde antecipar o sonho de estar em sala de aula ainda no quinto semestre da licenciatura em Química.

Camilla foi ainda homenageada durante o evento, representando os bolsistas

Isso só foi possível por conta da existência do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), do Ministério da Educação (MEC). A UNEB acaba de completar 10 anos de atuação na iniciativa, e promoveu ontem (7) evento de celebração multicampi.

“Estar em sala foi uma experiência um pouco desesperadora, notei que a realidade era totalmente diferente. O professor está ali dando o suor para que todos se interessem. Para mim, o Pibid é o futuro. Com programas assim podemos mudar realmente a educação pública nacional”, avaliou a discente.

Atualmente, Camilla sempre tem por perto o seu caderno de anotações, onde registra tudo o que acontece com as turmas do 1º e 2º anos do ensino médio do Colégio Estadual Carlos Marighella, no bairro do Stiep, em Salvador.

Além de orientar estudantes sobre exercício e avaliações, ela também tem se dedicado à elaboração de um projeto de sequência didática, junto aos demais bolsistas da disciplina.

O evento em comemoração aos 10 anos do Pibid/UNEB foi realizado pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação da universidade, através da coordenação institucional do programa, e contou com mais de 500 professores e licenciandos, conectados via videoconferência em 21 campi da universidade.

Pioneirismo e destaque nacional

Cerca de 66.600 estudantes de escolas de educação básica da Bahia já foram beneficiados nesta década de Pibid/UNEB com práticas pedagógicas contextualizadas e produções acadêmico-científico-tecnológicas inovadoras, todas elaboradas de forma coletiva.

Gestores foram homenageados e celebraram o destaque nacional da UNEB no programa

Durante esses 10 anos, foi necessária a composição de 52 núcleos e a oferta de 3.706 bolsas para licenciandos, 218 para docentes/coordenadores da universidade e 477 para professores da educação básica (supervisores).

“Contamos com números altamente expressivos, em termos de um programa de fortalecimento da docência para a educação básica. Não são números soltos, são pessoas que atuam na UNEB e nas escolas. Este é um programa que, inclusive, fortalece também o cumprimento das nossas metas institucionais, com o fortalecimento das licenciaturas e da docência”, salientou o reitor da UNEB, José Bites.

De acordo com a pró-reitora (Prograd) Eliene Maria da Silva, que já atuou também como coordenadora institucional do programa, a universidade é pioneira no Pibid e se consolidou como referência nacional.

“O programa só existia nas universidades federais do Brasil. Fomos pioneiros na proposição de um projeto institucional que trouxesse o programa para as estaduais. Ousamos e, já naquela época, propomos temas que iam muito além do que previa o edital”, rememorou a gestora.

Confira produções acadêmicas sobre experiências do Pibid/UNEB no Repositório Institucional Saber Aberto

Campanha #ampliapibid

Ainda durante o evento, foram promovidos os lançamentos do selo de 10 anos do Pibid/UNEB e da Campanha #ampliapibid, em defesa do fortalecimento do projeto e da ampliação das oportunidades para estudantes de licenciatura plena.

Participantes puderam prestigiar relatos de experiência de bolsistas

“O #ampliabid está localizado no desafio da gente não permitir que as questões que estruturam a universidade sejam anuladas em um movimento de massa, avassalador contra as políticas sociais. Então, que nos fortaleçamos e bebamos cada vez mais dessas fontes e estejamos juntos, para promoção de verdadeiras transformações sociais”, destacou o coordenador institucional da iniciativa, Ubiratan Menezes.

A programação do evento foi também prestigiada pela coordenadora institucional do Programa de Residência Pedagógica, Monalisa Pereira, e contou com conferência, ministrada pelos professores da UNEB Clébemilton Gomes e Diana Tigre, e sessões de relatos de professores e bolsistas do programa.

Apenas na edição atual dos Programas Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e de Residência Pedagógica, a UNEB registra 2.184 participantes, para os quais foram ofertadas bolsas em três modalidades: residentes/licenciandos (1872), coordenadores de área (78) e supervisores (234).

Ambas as iniciativas são promovidas e administradas pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), e compõem o  Programa de Fomento à Formação de Professores da Educação Básica (ProF Licenciatura).

Veja também matéria sobre destaque nacional da UNEB em programas de iniciação à docência

Fotos: Cindi Rios/Ascom