14

ago

Autor: Toni Vasconcelos / Ascom   |   Postado por: Toni Vasconcelos às 19:48 hrs

UNEB convida comunidade para elaboração democrática do primeiro Orçamento Participativo da universidade

Em que projetos e atividades a universidade deve priorizar a aplicação dos recursos orçamentários no próximo ano? A UNEB está convidando a comunidade acadêmica para participar democraticamente da definição dessa questão.

A instituição acaba de lançar a primeira etapa do Orçamento Participativo 2019.

Nesta fase, professores, técnicos administrativos e estudantes de todos os departamentos e unidades acadêmicas e administrativas da universidade podem participar preenchendo questionário on-line já disponível.

Acesse aqui questionário on-line

Na consulta cada membro da comunidade vai opinar sobre o grau de prioridade no orçamento para metas relacionadas a áreas como graduação, pós-graduação, pesquisa e inovação, extensão, infraestrutura, assistência estudantil, ações afirmativas, internacionalização, valorização do servidor, comunicação e cultura.

As metas estão associadas às dimensões do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da universidade.

Segundo a Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan), setor que está assessorando o processo do OP 2019, a ampla participação nesta fase inicial vai possibilitar o levantamento de indicadores que nortearão a etapa seguinte – a dos debates presenciais, a serem promovidos nos departamentos e unidades da instituição, nos quais deve ser assegurada a participação de todos os segmentos da universidade e a comunidade externa.

A institucionalização do OP visa fortalecer a gestão democrática, compartilhada e transparente na UNEB, ampliar a participação da comunidade acadêmica nos processos decisórios e na definição das metas prioritárias da universidade no período.

A elaboração do Orçamento Participativo está em conformidade com as diretrizes metodológicas estabelecidas na Resolução 1.301/2017, do Conselho Universitário (Consu) da UNEB. As fases finais previstas no processo são a consolidação da matriz de proposta orçamentária e a sistematização e ajustes dessa proposta, para registro no Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças do Estado da Bahia (Fiplan) após definição da cota orçamentária do governo estadual.

Para coordenar a construção democrática do orçamento anual da UNEB foi constituído o Conselho do Orçamento Participativo (COP), integrado por representações dos segmentos da comunidade acadêmica, das equipes central e setorial de gestão universitária, bem como da comunidade externa e de instituições nas região onde atua a universidade.

Está sendo criado também o Comitê de Acompanhamento e Monitoramento Permanente do Orçamento Participativo (CAP), composto por representantes indicados pelas entidades dos três segmentos da comunidade acadêmica e pelos departamentos e administração superior da universidade.

Imagens: Marina Marques/Ascom