05

jan

Repórter: Danilo Oliveira/Ascom   |   Postado por: Danilo Oliveira às 21:00 hrs

José Bites (reitor) e Marcelo Ávila (vice) tomam posse para quadriênio 2018-2021

Solenidade foi prestigiado por membros da comunidade acadêmica, dos movimentos sociais e autoridades

Ovacionados pelo público que lotou o Teatro UNEB, o reitor reeleito da universidade, José Bites de Carvalho, e o vice-reitor eleito, Marcelo Ávila, tomaram posse em cerimônia realizada na tarde de hoje (5), no Campus I, em Salvador.

Os professores serão responsáveis por conduzir a gestão universitária pelo quadriênio 2018-2021, após vitória da chapa com 64,46% dos votos válidos da comunidade acadêmica na última eleição.

“Continuaremos construindo um projeto de universidade popular, democrática e plural, reafirmando nossas reflexões e nosso posicionamento em defesa da universidade pública, gratuita e inclusiva”, destacou Bites (veja discurso de posse).

O reitor reeleito ressaltou ainda que para a consolidação de uma universidade popular, é preciso que sejam garantidas sua sustentabilidade e autonomia. Assim, a UNEB será capaz também de potencializar os efeitos da “transformação e emancipação social de suas atividades finalísticas”.

De acordo com Marcelo Ávila, o trabalho e o compromisso com técnico-administrativos, docentes e estudantes da UNEB serão marcas da nova Vice-Reitoria.

“Reafirmo, na presença de todos, os compromissos assumidos ao longo da nossa campanha. Vamos trabalhar, sobretudo, por avanços na legislação dos técnico-administrativos, pela manutenção dos direitos trabalhistas dos docentes, sem nenhum tipo de contingenciamento, e por uma política efetiva de permanência para nossos estudantes”, salientou o vice-reitor (veja discurso de posse).

O termo de posse foi lido pela chefe de gabinete da Reitoria, Dayse Lago, e assinado por Bites, Marcelo e demais membros da mesa solene.

O secretário estadual da Educação (SEC), Walter Pinheiro, representou o governador, Rui Costa, durante a cerimônia e registrou os votos de boa sorte para a nova gestão da universidade.

“Agora vocês dois praticam, efetivamente, uma união acima das adversidades, com a capacidade de realizar e, principalmente, para que a gente possa promover transformações profundas em nossa sociedade”, frisou Walter Pinheiro.

Também participaram da mesa o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE), Jaques Wagner, e o reitor da Ufba, João Carlos Salles, além de representantes dos diretores, professores, técnicos administrativos e estudantes da instituição.

Celebração e confraternização

Cerca de 600 pessoas participaram da solenidade entre membros da comunidade acadêmica, e autoridades políticas, militares e religiosas, lideranças comunitárias e dos movimentos sociais parceiros da universidade, além de representantes de outros segmentos da sociedade.

“Falando pelos campi do interior, posso dizer que nós tivemos, nos últimos quatro anos, uma atenção real da Administração Central. Nossa expectativa é que continuem a ter essa atenção e que reforcem o trabalho voltado para a infraestrutura no interior e para o fortalecimento dos nossos quadros docentes”, destacou a estudante do curso de Matemática do Campus II (Alagoinhas), Jesiane Cerqueira.

Para a professora Juliana Salvadori, do Campus IV da UNEB em Jacobina, as ações para democratização do acesso ao uso de recursos e para ampliação da transparência foram importantes na última gestão e devem ser qualificadas.

“Notamos uma profissionalização da gestão, no sentido de entendê-la de forma mais técnica. Acredito que é importante que isso seja acompanhado pela institucionalização de discussões importantes para a vida acadêmica, como a curricularização da extensão universitária e a ampliação da pós-graduação no interior”, ressaltou a docente.

De acordo com o técnico-administrativo Tadeu Mendes, lotado na Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan), espera-se que o diálogo continue aberto entre o segmento e a Administração Central da universidade, visando o reconhecimento do corpo de servidores da instituição nas dimensões profissionais e também acadêmica.

A solenidade foi transmitida ao vivo pela página da WebTV UNEB no Facebook e via videoconferência para os 24 campi da universidade.

Equipe de gestão universitária

A equipe de gestão universitária também contará com novos integrantes. Parte deles foi nomeada ainda no último mês de dezembro.

De acordo com a nova pró-reitora de Ações Afirmativas (Proaf), Amélia Maraux, a pasta será repensada em sua concepção e estrutura, considerando o caráter diverso dos sujeitos que compõem a universidade.

“Devemos caminhar na direção de que as ações afirmativas devem incluir negros e negras, LGBTs, indígenas, quilombolas, povos do campo, ciganos, pessoas com necessidades especiais, entre vários outros indivíduos e comunidades da sociedade”, salientou a gestora.

Segundo o novo secretário especial de Articulação Interinstitucional (Seai), Marcelo Lemos, estão entre as principais atividades do setor: a captação de recursos por meio de emendas parlamentares e a participação em editais de órgãos públicos e organizações, além da consolidação de parcerias com agentes políticos, na perspectiva de contribuir para o desenvolvimento da UNEB em todos os territórios onde está localizada.

A articulação entre a Administração Central e a Equipe Setorial de Gestão Universitária (ESGU) também será fortalecida, sobretudo, a partir da atuação da técnica administrativa Cida Souza à frente da Assessoria de Gestão Setorial da universidade.

“Esta é uma nova instância da gestão universitária, concebida com o objetivo de valorizar a interlocução com os departamentos e potencializar a interiorização de várias atividades finalísticas da universidade”, explicou a gestora.

A universidade vai também ampliar a articulação, o acompanhamento e a execução de ações administrativas e financeiras nos campi pertencentes ao mesmo território de identidade através das Assessorias Regionais – Sul e Sudoeste, capitaneadas pelos servidores Rozineide Carneiro e Gilmar Alves, respectivamente.

Triunfo democrático

Bites e Marcelo foram eleitos no dia 3 de outubro com 64,14% dos votos válidos dos 11.183 mil eleitores, entre estudantes, professores e funcionários da universidade, que foram às urnas nos 24 campi, na capital e no interior do estado. A nomeação dos novos gestores foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE-BA) nos dias 10 e 11 de novembro de 2017.

José Bites de Carvalho é graduado em Geologia pela Universidade Federal do Mato Grosso (Ufmt) e mestre em Geologia pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Tem experiência em educação e gestão pública. Foi diretor do Departamento de Educação (DEDC), no Campus VII da UNEB, em Senhor do Bonfim, e pró-reitor de Ensino de Graduação (Prograd) da universidade.

Marcelo Duarte Dantas de Ávila é graduado em Matemática pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e mestre em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela mesma instituição. Foi diretor do Departamento de Ciências Exatas e da Terra (DCET) do Campus I da UNEB, em Salvador, e pró-reitor de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP) e de Administração (Proad) da instituição.

Confira mais fotos da posse no nosso Flickr.

Fotos: Cindi Rios/Ascom

Deixe uma resposta