29

ago

Repórter: Danilo Oliveira/Ascom   |   Postado por: Danilo Oliveira às 17:14 hrs

Autores da série Práxis e Docência Universitária dialogam sobre processo produtivo

Organizadores e autores participaram do lançamento do volume 6 da série. Foto: Cindi Rios/Ascom

Os pesquisadores autores do volume 6 da série Práxis e Docência Universitária, acompanhados pelos organizadores da publicação, tiveram a oportunidade de dialogar sobre o processo de produção dos seus capítulos.

A iniciativa ocorreu durante o lançamento da edição, evento que foi promovido na programação do V Colóquio de Práticas Pedagógicas Inovadoras (veja matéria).

Lúcio: “Foi a publicação mais afetiva que, até então, eu pude participar”

Assim como o colóquio, a série é fruto de parceria entre a Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Prograd) e o grupo de pesquisa Docência Universitária e Formação de Professores (Dufop), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEduC) da instituição.

“Foi a publicação mais afetiva que, até então, eu pude participar. A partir desse envolvimento e respeito pela nossa publicação, que foram evidentes, estamos aqui hoje”, destacou o docente Lúcio Costa Ramos.

Ele é autor, em parceria com as professoras Norma Fagundes e Daniela Gomes Biscarde, do capítulo “Roda de conversa sobre Educação em Saúde na formação de enfermeiras(os)”, produzido com o intuito de apresentar metodologias adotadas para a mediação entre o conteúdo e o estudante.

O envolvimento e a parceria da equipe organizadora da edição com os autores e obras também foram elogiados pelo docente Carlos Alberto Caetano, que escreveu o texto “Ensino baseado na Pedagogia de Projetos: uma experiência no curso de Turismo da UNEB – Campus XVIII”.

Marcos: “Contribuição para que a universidade repense a si própria”

“Foi um aprendizado muito feliz e estimulante. Às vezes, cansativo e estressante. Mas, acabamos chegando a oito mãos ao texto que foi publicado e eu agradeço muito”, ressaltou o pesquisador.

Crescimento institucional e pessoal

Autor do capítulo “A interdisciplinaridade na formação de professores de Língua Portuguesa”, o professor Marcos Bispo dos Santos parabenizou os organizadores da publicação pela proposta apresentada.

“O trabalho se propõe a dar uma contribuição para que a universidade repense a si própria, o seu trabalho e as suas práticas. Isso vai muito além de simplesmente publicar e registrar no Currículo Lattes”, salientou Marcos.

A docente Ilma Fernandes Soares, que já participou de edição anterior como organizadora, celebrou a oportunidade de voltar a figurar entre os pesquisadores envolvidos, agora como autora.

“Participar de cada etapa é altamente formativo para nós. A série consegue encontrar uma forma de dar voz ao ensino e a esses professores. Aqui temos um momento em que experiências isoladas são divulgadas, isso representa um estímulo muito grande para os professores”, avaliou Ilma.

A pesquisadora foi autora, em parceria com o docente Michael Daian, do capítulo “Ensino com pesquisa: contribuição para o desenvolvimento de competências de licenciandos de Educação Física”.

Ilma: “Participar de cada etapa é altamente formativo para nós”

Os autores de outras instituições também participaram do lançamento. Eles encaminharam vídeos para a organização do evento, que foram exibidos em telão para os participantes.

Valorização profissional

O volume 6 da série Práxis e Docência Universitária tem como mote o “desenvolvimento de competências na universidade” e busca apresentar perspectivas e práticas inovadoras na formação de profissionais.

A edição foi organizada pelos professores da UNEB Liege Maria Sitja Fornari, Álvaro Lima Machado e Sandra Regina Soares. Esta também coordenou o colóquio e dirige a Editora da UNEB (EdUNEB), responsável pela publicação.

“A série faz parte de uma política institucional da UNEB que é singular, de valorização e de investimento na qualificação da prática docente. Mas isso é feito a partir da nossa prática e de uma convocação para que a aprendizagem do aluno seja vista como um espaço de significação inicial”, destacou Liege.

Liege: valorização e investimento para qualificação da prática docente

O evento de lançamento homenageou ainda a docente Maria Isabel da Cunha, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), do Rio Grande do Sul, que também ministrou a palestra de encerramento do colóquio.

“Acho que está no momento de fazermos o movimento que vocês estão fazendo, que é de produzir conhecimento sobre as próprias práticas e de publicar sobre o que se faz, sobre o seu campo de atuação. Mesmo que no contexto das áreas isso ainda seja uma produção menor, do ponto de vista do prestígio intelectual”, avaliou a pesquisadora, parabenizando os participantes pela iniciativa.

A Série Práxis e Docência Universitária tem como objetivo divulgar práticas pedagógicas inovadoras no ensino superior. Os volumes já publicados trazem trabalhos resultantes da prática em sala de aula e que contribuem para o aprofundamento do conhecimento e ampliação das experiências docentes.

O V Colóquio de Práticas Pedagógicas Inovadoras foi realizado, entre os dias 23 e 25 de agosto, em Salvador. A programação do evento contou também com a aula magna do semestre 2017.2 da UNEB (veja matéria), ministrada pelo pesquisador da Universidade de Santiago de Compostela (Espanha), Felipe Trillo, e com sessões de comunicação sobre práticas pedagógicas exitosas.

Fotos: Cindi Rios/Ascom

Confira mais fotos do evento em nosso Flickr.

Veja também:

Aula Magna (2017.2) da UNEB propõe reflexões sobre processos de ensino-aprendizagem

Pesquisadores discutem desafios da docência universitária em colóquio

Deixe uma resposta

Captcha base64