17

dez

Autor: EDUNEB ASCOM   |   Postado por: faviana às 05:39 hrs

SERTÕES CONTEMPORÂNEOS: Rupturas e Continuidade

A Editora da Uneb realiza HOJE, às 18:00, no MUSEU GEOLÓGICO DA BAHIA, o lançamento coletivo de doze títulos.

A epígrafe que abre este livro diz “Prepare o seu coração pras coisas que eu vou contar. Eu venho lá do sertão e posso não lhe agradar”, uma estrofe da música Disparada, de Geraldo Vandré (1966), é deveras oportuna. Por um lado, porque o conteúdo do livro Sertões contemporâneos: rupturas e continuidades no semiárido de Gislene Moreira Gomes pode realmente desagradar os setores que controlam os meios de comunicação da região, uma vez que desvenda seus mecanismos de concentração da propriedade privada e de controle sobre os conteúdos, além da circulação da informação em mãos de poucos senhores – sustentadores dos interesses econômicos e políticos das classes detentoras do capital. Por outro lado, a epígrafe também faz jus à capacidade de Gislene Moreira de enxergar o sertão – ultimamente ressignificado como semiárido – de dentro para fora.

Deixe uma resposta